Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Às Cavalitas do Vento

Ter | 05.06.18

The Body Shop | Celebrar o Dia Mundial do Ambiente com o lançamento dos novos Body Yogurts 100% vegan

thebodyshop_body_yogurts_mango_harvest_moon.JPG

 

Quando foi a última vez que acordaram, se soltaram do peso dos lençóis e aproveitaram os primeiros dez minutos da vossa manhã para estarem sozinhos convosco, totalmente concentrados na vossa respiração e recetivos à energia positiva que o mundo tem para vos oferecer? Enamorem-se pela luz natural do sol, que entra mansamente pela janela, e deixem que ela ilumine o vosso dia, o vosso Ninho (do Vento, o meu). Afastem as cortinas, subam as persianas e sintam o calor do samba no pé. Vivam com o lema #slowlivingbomfeeling ancorado no coração.

 

Sabiam que hoje, 5 de junho, celebramos o Dia Mundial do Meio Ambiente? E que as mais pequenas mudanças dos nossos hábitos quotidianos podem contribuir para a conquista de um planeta mais sustentável? Compreender a importância do equilíbrio do ecossistema torna-se cada vez mais preponderante e transversal a todas as nossas rotinas.

 

thebodyshop_bodyyogurts_popcerealcafe.png

 

O simples ato de nutrir o corpo durante a manhã pode ser cada vez mais consciente e revelador da prática dos três "Rs" da sustentabilidade: reduzir, reutilizar e reciclar. Num duche podem gastar cerca de 25 litros de água, se demorarem apenas cinco minutos. Cinco minutos, vejam só! Sejam rápidos, não desperdicem. E, de caminho, contornem também a produção excessiva de cosméticos com opções vegan e cruelty free, como aquelas que podem encontrar, atualmente, em qualquer loja The Body Shop. Podem demorar-se sim na hidratação do vosso corpo com os novos Body Yogurts 100% vegan, cuja absorção da pele é tão rápida quanto a duração de uma Story na vossa conta de Instagram. Dermatologicamente testados, ideais para peles sensíveis, sem parafina ou óleos essenciais, estas novas caixinhas-maravilhas estão disponíveis em seis aromas: morango, manga, leite de amêndoas, coco, moringa, rosas britânicas e banana - esta última é edição especial e limitada, e, nem a propósito, o meu cheirinho favorito! Além disso, este mega lançamento, que teve lugar no Pop Cereal Café, no passado mês de maio, revelou o quão leves e apetitosos podem ser na pele estes travos de perder o juízo e de dar a volta à cabeça. Também com glicerina de origem vegetal e ácido hialurónico biofermentado, os Body Yogurts da The Body Shop oferecerem 48 horas de hidratação. Um must have à cabeceira e na mala de praia, a seguir a um dia de exposição solar e de mergulhos na água do mar.

 

Já no que respeita à alimentação, não precisam de viver no campo para usufruírem de ingredientes saudáveis, sem antibióticos, pesticidas ou aditivos químicos. Uma refeição serena e pausada é essencial para começar o dia com boas vibrações. Experienciem o sabor, a textura e os tons do vosso pequeno-almoço, sintam prazer no singelo ato de parar para comer e adocem o paladar. O meu dia só fica perfeito com uma taça de iogurte da marca alemã Harvest Moon, obtido a partir de bebida vegetal de coco fresca ou de castanha de caju. "Let's go dancin' in the light", convido-vos ao som de melodia de lua cheia de Neil Young. Experimentem começar o dia com este snack biológico isento de glúten, produtos láteos, soja ou açúcar adicionado, combinando-o com granola e o vosso amor d'água fresca, as frutas de verão que já não vos saem do pensamento. Saudáveis, consistentes, cruelty free e amigos do ambiente! E ainda têm como plus a vantagem de serem bastante ricos em gordura, que fazem com que nos sintamos saceados durante algumas horas.

 

thebodyshop03.JPG

 

Se não tiverem tempo para tomar o pequeno-almoço em casa, porque ficaram na ronha até mais tarde, e se trabalharem perto do Rato, o café do bem Foodprintz: food, yoga & education tem à vossa disposição a Granola In A Jar, um frasco em três camadas com flocos de aveia, óleo de coco, geleia de agave, sementes de abóbora, amêndoas, frutos vermelhos e iogurte de coco caseiro. Lisa Dickman, responsável pelo espaço e amiga do coração, ensinou-me a meditar na primeira refeição da manhã, de olhos fechados, totalmente focada no momento presente e no sentido da degustação, o paladar.

 

E já que estamos a permitirem-nos ser, sair da nossa roda mental e respirar, porque não aproveitamos o fim de semana para recuperar caixas de cartão esquecidas no armário, criar as nossas próprias peças em macramé, restaurar móveis antigos e confecionar velas de soja em cerâmicas para protegermos a nossa saúde e dos nossos animais de quatro patas? Vamos reautilizar ao máximo e dinamizar a economia! É terapêutico e uma forma de acarinharmos a Mãe-natureza como ela merece.

 

 

*Este artigo foi escrito em parceira com a The Body Shop, mas a minha partilha é real e transparente.